Logo LWMC
 
  Boletim de Mercado de Capitais - Lehmann, Warde & Monteiro de Castro Advogados (08/02/16 – 14/02/16)  
 
  * O Boletim de Mercado de Capitais é um periódico preparado por profissionais de Lehmann, Warde & Monteiro de Castro Advogados e tem caráter meramente educacional.  
 
 
  Pelo mínimo de R$1,35 bilhões, ações da OAS de emissão da INVEPAR serão vendidas em leilão judicial  
 
  Com preço mínimo de aquisição de R$1,35 bilhão, 24,44% das ações representativas do capital social da Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A. – INVEPAR, atualmente pertencentes à OAS, serão alienadas judicialmente, em leilão previsto para o dia 14 de março de 2016. No ano passado, a canadense Brookfield ofereceu esse valor para aquisição da participação da OAS, que está em processo de recuperação judicial, mas desistiu do negócio por não conseguir chegar a um acordo acerca de mudanças (por exemplo, no acordo de acionistas) com os fundos de pensão Petros, Funcef e Previ, que detêm o restante das ações da INVEPAR. Segundo informado em Fato Relevante publicado pela INVEPAR em 11 de fevereiro de 2016, a alienação foi determinada nos autos do processo de recuperação judicial da OAS, em trâmite perante à 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.  
 
 
  CCR realizará sua 2ª emissão de Notas Promissórias Comerciais  
 
  O Conselho de Administração da CCR S.A. aprovou, conforme divulgado no Fato Relevante datado de 11 de fevereiro de 2016, a realização de sua 2ª emissão de Notas Promissórias Comerciais, perfazendo o montante total de R$110 milhões. A emissão, a ser realizada com esforços restritos de colocação nos termos da Instrução CVM nº 476, dar-se-á em seis séries, com prazos de vencimento que variam de 06 a 36 meses contados da data de emissão, a depender da série adotada. Ainda nos termos do Fato Relevante, os recursos oriundos da captação serão destinados para o reforço do caixa da companhia.  
 
 
  Évora apresenta novas informações à CVM acerca de OPA para cancelamento de registro  
 
  No âmbito do pedido de registro de OPA para cancelamento do registro de companhia aberta, a Évora S.A. informou que reapresentou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a relação nominal atualizada dos seus acionistas, a fim de atender as exigências da autarquia. Ainda conforme informado, começou a fluir, a partir de 10 de fevereiro de 2016, o prazo para que acionistas titulares de, no mínimo, 10% das ações em circulação requeiram a convocação de assembleia geral para deliberar acerca de nova avaliação pelo mesmo ou por outro critério, para efeito de determinação do valor de avaliação da companhia.  
 
 
  Fundos de investimento aumentam captação no mês de janeiro  
 
  A Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA) informou em 10 de fevereiro de 2016, através do Boletim ANBIMA de Fundos de Investimento, que a captação da indústria de fundos voltou a crescer no mês de janeiro, após dois meses de resgates. Com captação líquida de R$6,5 bilhões, o resultado foi liderado pela classe renda fixa, cujo ingresso líquido de R$12 bilhões foi impulsionado pela captação em fundos do poder público, que é sazonal, e em fundos do varejo. Assim, o resultado superou os valores referentes ao mesmo mês de 2015 (R$856 milhões). Adicionalmente, o boletim retrata, ainda, que a participação do investidor de varejo voltou a crescer no ano de 2015, enquanto diminuiu a dos investidores dos segmentos corporate e poder público.

Para ter acesso ao Boletim ANBIMA de Fundos de Investimentos, clique aqui.
 
 
 
http://www.lwmc.com.br